segunda-feira, 9 de março de 2009

As Inteligências dormem


Imagem: Vitruvian Man - Leonardo Da Vinci

"As inteligências dormem. Inúteis são todas as tentativas de acordá-las por meio da força e das ameaças. As inteligências só entendem os argumentos do desejo: elas são ferramentas e brinquedos do desejo".

Rubens Alves - Cenas da Vida.

2 comentários:

  1. Alé Lelé...

    Viver até...
    Mirar
    Amar
    Sorrir
    Ser e estar
    Em qualquer lugar
    Que a paz tenha ido morar
    Desejo o beijo e o queijo
    O vinho e o que mais houver de desejo...

    ResponderEliminar
  2. Lindo poema!
    De um poeta anónimo...?
    Assim como o comentador...
    É pena! Assim não sei a quem agradecer tão doces palavras...

    ResponderEliminar