segunda-feira, 30 de março de 2009

Espionagem informática com origem na China


Foi descoberta uma rede de espionagem com origem na China, que conseguiu invadir 1295computadores de 103 países. Os alvos preferenciais foram embaixadas e outros organismos que eventualmente tivessem ligações com as actividades do Dalai-Lama, leader espiritual do tibete e do seu governo no exílio.
O seu gabinete oficial em Darhamsala contactou um centro especializado de estudos internacionais canadiano, cujos peritos verificaram que os computadores do seu escritório foram infectados com mensagens de e-mail que continham notícias de interesse urgente para a causa tibetana, levando os membros do staff a clicarem sobre elas, abrindo assim caminho ao spyware.
Vale tudo, quando se trata de invadir, escravizar e destruir um povo. Não se olha a meios para atingir fins.


"Chegou-se à conclusão de que foram alvo de espionagem ministérios do Irão, Bangladesh, Letónia, Indonésia, Filipinas, Brunei, Barbados e Butão, bem como embaixadas de Portugal, Índia, Coreia do Sul, Indonésia, Roménia, Chipre, Malta, Tailândia, Taiwan, Portugal, Alemanha e Paquistão.

Recentemente fora noticiado que o site da embaixada de Portugal em Nova Deli registara problemas com piratas informáticos, pelo que fora temporariamente desactivado.", cita o Público de 29 de Março de 2009.

Foto: Juan Carlos Ulate/REUTERS

Sem comentários:

Enviar um comentário