sexta-feira, 20 de março de 2009

Ratzinger caricaturado no Expresso




“O Expresso vai publicar, na edição de amanhã, este cartoon de António. Em nome do direito à opinião, fazemos questão de respeitar a liberdade dos nossos cronistas e colaboradores.
Em 1992, a propósito de declarações de João Paulo II, proferidas também durante um périplo por África, o Expresso publicou um outro cartoon de António, em que o Papa surgia com um preservativo no nariz.
Porque julgamos que esta é a única forma de preservar a liberdade de expressão, voltamos a publicar um trabalho de António susceptível de gerar acesa polémica.”

EXPRESSO.PT - 20 Mar às 18:03

O Expresso tem um inquérito aberto on-line para saber a opinião dos leitores.
Lembro-me perfeitamente que o cartoonista António foi incomodado por causa desta imagem, chegou a ser entrevistado na televisão por causa disto, deu explicações e argumentou como pôde face à fúria dos católicos mais radicais, que não acharam graça nenhuma ao boneco.
Mas, em nome da liberdade de expressão, que devemos a todo o custo preservar, o António lá se aventura a fazer agora mais esta caricatura, porventura ainda mais provocatória, mas ainda mais merecida!
Porque, se já João Paulo II era retrógrado, Bento XVI, o Cardeal Josef Ratzinger, formado na Juventude Nazi, consegue ser o superlativo do obscurantismo, atávico e medieval.

Sem comentários:

Enviar um comentário